Marketing e Designer Gráfico / Marketing ou produção de papel gráfico?

Nos últimos anos o número de profissionais de marketing no mercado trirriense, vem aumentando insatisfatoriamente, e com esta escassez aparecem os curiosos, “coreleiros” e outros que afirmam produzir campanhas de marketing e números mágicos.
Estamos em tempos de profissionalismo, e o amadorismo já deveria ser coisa do passado, blocos inteiros podem ir parar no chão com a insistência em pagar pouco para ver filipetas, folders, cartazes espalhados na cidade sem qualquer estratégia real de campanha.
Como designer gráfico, recebo inúmeras propostas de clientes que não querem um serviço de arte finalista, ou diagramador, querem que produza uma campanha inteira com conceito, texto e viabilidade. Mas não posso fechar os olhos e esquecer que já vi empresários gastarem fortunas com aventureiros que não se importam de levar aquela “graninha” para produzir algo que nunca fará a diferença.
Uma campanha de marketing, mesmo que simples deve ter alguns tópicos discutidos:
1º – Onde anunciar
Que público eu quero atingir, como chegar nestas pessoas, elas assistem TV, acessam internet, ouvem rádio, lêem cartazes, freqüentam lugares comuns, quem são estas pessoas com quem eu quero falar?
2º – Quanto posso gastar e o que espero de retorno
Sempre deixamos para falar de custos no final, mas na minha concepção devemos falar no início, pois sabendo quanto tenho para investir, saberei estudar e ver onde aplicar este valor sem surpresas futuras. Um bom exemplo é o seguinte, se tenho dois mil reais:
Confecciono 5.000 impressos em papel couchet fosco laminado, que colocarei em pontos estratégicos, pagarei um profissional para produzir a peça, uma jornalista para escrever um texto atraente e espero que este material me traga pelo menos 15% de seu valor em retorno mensal, ou no aumento das vendas ou em divulgação da marca. Mas nada disso afetará meu faturamento a ponto de no mês seguinte caso não de certo eu venha a ficar endividado.
Mas se preciso de faturamento rápido?
Confecciono 5.000 cartões de visita, em papel couchet fosco laminado, com verniz localizado, crio uma lista de possíveis clientes, agendo uma infinidade de visitas, coloco gasolina no carro e vou à luta para tentar trazer rápido o investimento.
3º – Como contratar um profissional
Pela cultura brasileira, somos acostumados a achar que nós fazemos de tudo, existem casas estruturadas por engenheiros, planejadas por arquitetos, construídas por empreiteiras que possuem gente para embolso, hidráulica, elétrica etc. Mas costumamos ver também, curiosos desenhando a casa e um pedreiro fazendo todo o resto. Portanto, quem cria o conceito é o profissional de marketing, quem cria a peça e o designer gráfico, uma vez criado um conceito o designer poder elaborar inúmeras peças como cartazes, folders, filipetas ou flyers.
4º e último – Quanto pagar pelo serviço?
Criação vem da criatividade, está não têm preço fixo. Pense assim, se alguém me apresenta uma idéia bacana, que quando divulgada Dara um destaque da minha empresa na mídia, essa vale um valor maior. Mas se o que preciso e um cartaz dizendo liquidação de inverno com uma ou duas fotos ilustrativas, neste caso penso que deve se pagar algo em torno de uma diagramação.
Uma tabelinha simples de profissionais sérios para alguns serviços gráfico em Três Rios, Paraíba do Sul, Areal, Petrópolis e região ficaria o seguinte:
Criação de logomarca (entre 300 a 500 reais)
Criação de folder tamanho quatro páginas A4 (entre 250 a 400 reais)Obs.: O cliente fornece todo conteúdo
Diagramação de revista ou jornal (45 reais por página + Criação de capa 90 reais)
Assessoria de marketing na criação de uma campanha (a partir de 400 reais)
Assessoria jornalística para criação de texto básico institucional (entre 300 e 400 reais)
Obs.: Estes valores não são uma tabela de preço, apenas um exemplo praticado em nossa região. Podendo variar infinitamente de acordo com o serviço ou profissional, agência etc. Mas digamos que nestes valores estaríamos pagando algo justo, sem mensurar a capacidade, conhecimento, e profissionalismo de cada uma. Podendo o mesmo que te cobre um destes valores te apresentarem algo tão bom e criativo que não seria possível calcular os valores, mas sim investimentos. Mas neste caso já seria outra abordagem, estaríamos falando de conceito, campanha, projetos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: